Frases de Dom Pedro I e Dom Pedro II

Deus que me conceda esses últimos desejos. Paz e Prosperidade para o Brasil. - Frases de D. Pedro II

Viva a independência e a separação do Brasil. Pelo meu sangue, pela minha honra, pelo meu Deus, juro promover a liberdade do Brasil. Independência ou morte! - Texto de D. Pedro I

A política não é para mim senão o duro cumprimento do dever. - Frases de D. Pedro II

Deus que me conceda esses últimos desejos. Paz e Prosperidade para o Brasil

Os escravos nos inoculam todos os seus vícios, e nos fazem corações cruéis, inconstitucionais e amigos do despotismo. Todo senhor de escravo desde pequeno começa a olhar o seu semelhante com desprezo, acostuma-se a proceder a seu alvedrio (arbítrio), sem lei nem roca, as duas por três julga-se, por seu dinheiro e pelo hábito contraído, superior a todos os mais homens, espezinha-os (humilha-os) quando empregado público, e quando súdito em qualquer repartição não tolera nem sequer a menor admoestação [repreensão com brandura], que logo o seu coração, pelo hábito de vingar-se e de satisfazerem-se as suas paixões, lhe esteja dizendo: Se tu foras meu escravo? - Frases de Dom Pedro I do Brasil

Não sendo possível dirigir-me a cada um dos meus verdadeiros amigos em particular passo me despedir, e lhes agradecer ao mesmo tempo, os obséquios que me fizeram e outro sim passarei a lhes pedir perdão de alguma ofensa que de mim possam ter, ficando certos que se em alguma coisa os agravei foi sem a menor intenção de ofendê-los; faço esta carta para que impressa eu possa deste modo alcançar a fim a que me proponho. Eu me retiro para a Europa, saudoso da Pátria dos filhos e dos meus verdadeiros amigos. Deixar objetos tão caros é sumamente sensível, ainda no coração mais duro; mas deixá-los para sustentar a honra, não pode haver maior glória. Adeus Pátria, adeus amigos e adeus para sempre. Adeus Pátria, adeus amigos e adeus para sempre. - Carta de despedida de Pedro I

Nada devo, e quando contraio uma dívida cuido logo de pagá-la, e a escrituração das despesas de minha casa pode ser examinada a qualquer hora. Não ajunto dinheiro - Mensagem de D. Pedro II

Se não fosse imperador, desejaria ser professor. Não conheço missão maior e mais nobre que a de dirigir as inteligências jovens e preparar os homens do futuro. - Frases Dom Pedro II

Se for para o bem da Nação e felicidade geral, diga ao povo que fico. - Frases curtas de Dom Pedro I

Nada mais digo senão que sou teu, e do mesmo modo quer esteja no céu, no inferno ou não sei onde. Tu existes e existirás sempre em minha lembrança, e não passa um momento que meu coração me não doa de saudades tuas. - Frases de Pedro I numa carta escrita em 1826 à marquesa de Santos

Eu amo a Bíblia, eu leio-a todos os dias e, quanto mais a leio tanto mais a amo. Há alguns que não gostam da Bíblia. Eu não os entendo, não compreendo tais pessoas, mas, eu a amo, amo a sua simplicidade e amo as suas repetições e reiterações da verdade. Como disse, eu leio-a quotidianamente e gosto dela cada vez mais. - Pensamentos de D. Pedro II

Aqui têm a minha abdicação. Estimarei que sejam felizes. Retiro-me para a Europa e deixo um país que sempre amei e que amo ainda. - Pensamentos de Pedro I do Brasil

Nada devo, e quando contraio uma dívida cuido logo de pagá-la, e a escrituração das despesas de minha casa pode ser examinada a qualquer hora. Não ajunto dinheiro - Texto de D. Pedro II

Biografia de D. Pedro I

Pedro de Alcântara Francisco António João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Cipriano Serafim é o nome completo de Dom Pedro I, que nasceu em 1798 no Palácio Real de Queluz, em Portugal, mesmo lugar onde faleceu em 1834 após abdicar o trono no Brasil.

Biografia de D. Pedro II

Pedro de Alcântara João Carlos Leopoldo Salvador Bibiano Francisco Xavier de Paula Leocádio Miguel Gabriel Rafael Gonzaga é o nome completo de Dom Pedro II, nascido no Brasil em 2 de dezembro de 1825, filho de Dom Pedro I e da Imperatriz Maria Leopoldina. Pedro II faleceu em Paris, em 1891.